A relação entre o coworking e a economia criativa

economia-trabalho

Você já ouviu falar sobre economia criativa? Trata-se de um conceito que representa a geração de valor econômico através de atividades relacionadas à criatividade. Assim, em vez de comercializar produtos, são vendidas ideias.

Mas qual a relação entre a economia criativa e o coworking? Como os escritórios compartilhados podem auxiliar os empreendimentos baseados em criatividade? Se interessou pelo assunto? Siga a leitura para saber mais!

O que é economia criativa?

Como já explicamos anteriormente, a economia criativa está relacionada a atividades que têm seu valor gerado através da criatividade. São exemplos disso as seguintes áreas: design, publicidade, fotografia, audiovisual, arquitetura e música.

Perceba que são atividades que, por mais que envolvam técnica e processos objetivos, dependem da criatividade para se desenvolverem. Por essa razão, se diz que empreendimentos desses setores dependem de capital intelectual.

O que é coworking?

Para quem não sabe, coworkings são escritórios com toda a estrutura que profissionais de diferentes áreas precisam para trabalhar. Os usuários contratam o serviço, pagando uma taxa mensal, e usam nos dias e horários que desejarem.

Não há contratos de aluguel com vigência mínima de um ano e nem a necessidade de se preocupar com questões estruturais. Tudo o que os coworkers precisam fazer é selecionar um plano, assinar e realizar os pagamentos em dia, simples assim.

Coworking e a economia criativa: entenda a relação

Até aqui tudo certo, mas e a relação com o coworking, como fica? Bom, um profissional que atua em áreas criativas não precisa de uma estrutura específica, além do padrão encontrado em escritórios. Desse modo, os criativos podem se beneficiar muito dos coworkings.

Em vez de alugar um espaço e cuidar de todos os detalhes e burocracias relacionadas, eles poderão desfrutar de todas as facilidades de um coworking. Vale destacar que pessoas criativas não costumam desperdiçar tempo quando sabem que existe uma alternativa mais prática.

Coworking e a economia criativa se relacionam porque se completam. Os profissionais criativos ganham através de: mais praticidade, mais tempo para se dedicarem ao trabalho, menos custos e outras vantagens que os escritórios compartilhados oferecem.

Vantagens do coworking para atividades baseadas na economia criativa

Agora que já ficou clara a relação entre coworking e economia criativa, confira as vantagens que o primeiro oferece para a segunda.

1. Liberdade para se dedicar totalmente ao trabalho criativo

Já imaginou o quanto um profissional criativo pode se sentir desmotivado ao ter que lidar com questões burocráticas? Contrato de aluguel, ligação de água, luz, internet, telefone, manutenção do ar condicionado, são apenas algumas das atividades comuns a quem mantém um escritório próprio.

Em um coworking tudo o que ele precisará fazer é ser criativo e desenvolver seus projetos sem se preocupar com questões secundárias. Essa é uma grande vantagem e que certamente fará a diferença no desempenho dos coworkers que trabalham em áreas relacionadas à criatividade.

2. Possibilidade de investir mais no negócio

Coworkings não proporcionam apenas economia de tempo, mas também de dinheiro. Como o espaço e toda a estrutura são compartilhados, as despesas também são, o que torna o serviço mais acessível.

Escritórios compartilhados são uma iniciativa baseada na ideia de economia compartilhada. Assim, mais pessoas podem ter acesso a bens de maior valor, um bom exemplo disso são os serviços de carro por aplicativo.

Através da economia gerada pela opção de trabalhar em um coworking e não em um espaço próprio, os profissionais do setor criativo podem investir em: capacitação, equipamentos e outros recursos ligados diretamente à sua atividade.

3. Proximidade a locais relacionados à atividade profissional

A localização é uma questão fundamental para todo tipo de empreendimento. Afinal, facilita o dia a dia e o encontro com clientes e parceiros de negócios. Coworkings têm como uma característica padrão ficarem em áreas estratégicas das cidades, para facilitar o acesso pelos usuários.

Em se tratando especificamente de profissionais da criatividade, há a vantagem de se estar próximo de locais estimulantes para a mente, como museus, exposições, galerias de arte etc.

4. Facilidade para fazer networking

O networking é uma ação importante em carreiras de todas as áreas. Para as atividades baseadas na economia criativa, esse movimento representa também o surgimento de ideias e projetos.

Em um coworking sempre há oportunidades de conhecer pessoas novas e criar conexões, seja na pausa para o café ou com algum colega em uma estação de trabalho próxima. Essa também é uma forma de se manter inspirado para criar e inovar no trabalho.

Por mais que envolvam técnica e processos objetivos, dependem da criatividade para se desenvolverem.

5. Realização de eventos no espaço

É comum que profissionais da criatividade realizem eventos para apresentar projetos, compartilhar conhecimento e outros motivos. Em um coworking é possível realizar esses encontros facilmente, em espaços com toda a infraestrutura necessária para realizar apresentações e receber pessoas.

6. Espaço adequado para receber clientes

É comum que os profissionais que trabalham com criatividade precisem se reunir com clientes. Quando se é usuário de um coworking não é necessário marcar esses encontros em lugares aleatórios, pois eles podem acontecer no próprio espaço.

Além de mais conforto e praticidade, receber os clientes em um escritório estruturado e bem localizado acaba transmitindo mais credibilidade. Pode parecer que não, mas isso acaba fazendo uma diferença significativa no relacionamento.

7. Recepção e atendimento telefônico

Para trabalhar com criatividade é necessário evitar interrupções. Já imaginou parar o que está fazendo a todo momento para atender o telefone? Em coworkings há serviços de recepção, atendimento telefônico e gestão de correspondências. Assim, você pode se concentrar enquanto uma equipe atende os contatos, passando os recados em seguida.

Coworkings são espaços criativos!

Coworkings são espaços que exalam inovação e modernidade, por isso têm tudo a ver com atividades ligadas à economia criativa. Os escritórios são bonitos, bem decorados e, claro, funcionais.

Se você ainda não tinha pensado nessa possibilidade, faça uma pesquisa e verá que é a melhor opção. É uma escolha que une economia, praticidade, conforto, proximidade com lugares estratégicos, facilidade para selar boas parcerias, entre outras vantagens.Conheça o Virtual Office e os serviços oferecidos de coworking, escritório virtual, auditório para eventos e muito mais!