Quando é a hora de deixar seu emprego e investir em um negócio próprio?

Quando é a hora de deixar seu emprego e investir em um negócio próprio?

Quando é a hora de deixar seu emprego e investir em um negócio próprio?

 

Num cenário econômico cada vez mais negativo, a escolha de muitas pessoas têm sido investir em um negócio próprio. Além de ser o sonho de muita gente, o empreendedorismo brasileiro tem lidado com profissionais cada vez mais engajados e capacitados. Mas como saber quando é a hora de deixar seu emprego e investir em um negócio próprio?

 

Não pense que o termo “empreender” quer dizer ter uma grande empresa, delegar tarefas para os funcionários e colocar os pés sob a mesa. Na maioria das vezes você acaba fazendo todos os papéis, até por uma questão financeira. Em entrevista para a Revista Exame, Adriano Campo, consultor do Sebrae, diz que a figura do dono é de extrema relevância para o negócio dar certo.

 

Quando é a hora de deixar seu emprego e investir em um negócio próprio? Se você não suporta seu trabalho atual, conta os dias para terminar a semana e não sabe mais lidar com os sapos engolidos, talvez estes sejam os primeiros sinais de que você está no lugar errado. E você percebe com os meses que isso acaba afetando sua produtividade.

 

Se você sabe que suas ideias são criativas e isso não é valorizado no seu ambiente de trabalho também interprete como um desgaste. Num ambiente hostil não há possibilidade de desenvolver seu potencial, e empreender te dá a oportunidade de apostar nas suas ideias, sem precisar da aprovação de superiores.

 

Um grande líder aposta no incentivo dos seus funcionários, se você não recebe incentivo ou algum elogio pelo seu trabalho, dificilmente sentirá vontade de fazer suas atividades, pois aquilo se tornará um fardo. Além de ser péssimo manter relações com pessoas mal agradecidas, que não são gratas pelo trabalho de seus funcionários.

 

A hora de deixar seu emprego e investir em um negócio próprio é quando seu chefe te expõe publicamente. Críticas construtivas deve haver no ambiente profissional, mas quando isso se torna um motivo para ridicularizar seu trabalho diante dos demais funcionários há algo errado. Um bom líder reserva um tempo e lugar para conversar ou criticar seus funcionários, não expõe na frente dos outros, até porque essa atitude não agrega em nada na vida profissional.

 

Por fim, se você não encontra um propósito para estar na empresa em que está, lá não é o seu lugar. É importante se sentir parte integrante de algo que cause impacto positivo em outras pessoas, se vez ou outra você sente que seu trabalho não agrega em nada, empreenda. Só assim você vai conseguir unir seus propósitos às ideias impactantes.

 

É bem possível que neste caminho entre quando é hora de deixar seu emprego e investir em um negócio próprio, você repense se isso é mesmo uma boa ideia. Mas vá em frente, aposte em você. O empreendedorismo brasileiro conta com negócios cada vez mais criativos, seja parte disso.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *