Pequenas e micros são responsáveis por 60% dos empregos gerados no país

Dados do IBGE apontam que as MPE’s representam, hoje, 20% do Produto Interno Bruto brasileiro. Além disso, respondem por 60% dos empregos e constituem 99% dos 6 milhões de estabelecimentos formais existentes no país, boa parte deles concentrado na região Sudeste. Um aspecto interessante a se observar no universo empreendedor é a presença das mulheres, cada vez mais relevante. Levantamento feito pelo Sebrae recentemente revela que de cada 100 empreendedores Individuais (MEI) no Brasil, 45 são mulheres.

Para quem acompanha de perto o movimento das micros e pequenas empresas no Brasil e a rotina dos novos empreendedores, como Mari Gradilone, sócia do Virtual Office, os números não causam surpresa. “O micro e pequeno empreendedor têm presença constante na nossa carteira de clientes, assim como quem optou por home Office, e em todos os diversos escritórios virtuais que temos instalados nas principais cidades do país. Seja ele um empreendedor em fase inicial de projeto, um profissional liberal que precisa de um ambiente para fazer reuniões e, até mesmo empresas que estão fazendo sua estreia no Brasil. Homem ou mulher, recém-formados que já querem começar a carreira como empreendedor, todos precisam da mesma coisa: um ambiente adequado para trabalhar e receber clientes, apoio de serviços de alta qualidade e um custo justo, que não o impeça de avançar”, avalia Mari.

Começar um empreendimento ou estabelecer-se em um novo mercado com um custo fixo elevado sufoca o micro empresário. Para que ele possa ter fôlego financeiro para estabelecer seu negócio e assessoria adequada quanto aos aspectos contábeis e financeiros, os businesses centers, como o Virtual Office, representam um aliado fundamental, acrescenta. Mari Gradilone explica que além dos custos, há o fator tempo. Contratar bons profissionais para área de apoio operacional, como secretárias bilíngues, formar um bom staff com serviços de recados, motoboys, contabilidade, tudo isso exige tempo e quem está começando não pode arriscar uma contratação errada.
A opção de reunir toda essa estrutura em uma região bem localizada e de fácil acesso, a preços justos e contratos flexíveis, tem permitido que muitos empreendimentos avancem com qualidade lançando mão desse serviço. Formado há 20 anos para atender essa demanda, o Virtual Office tem um modelo que garante flexibilidade, reduz despesas e o estresse com questões de mobilidade e manutenção de um escritório.
O Virtual Office está capacitado para proporcionar opções diferenciadas e de alta qualidade, combinando conforto, tecnologia e segurança. “Oferecemos serviços e produtos que cobrem todo o leque de necessidades desse empreendedor – individual ou não. Ambientes modernos em termos de tecnologia, localizados nos endereços mais nobres e funcionais de cada capital, com espaço para pequenas reuniões ou treinamentos”, diz Mari.

E acrescenta: no Virtual Office, os clientes contam com o melhor atendimento telefônico personalizado e bilíngue do segmento, serviço de recebimento de correspondências e secretárias bilíngues, assessoria própria em contabilidade e tributos. Tudo isso com a possibilidade de ter um contrato de prazos e condições flexíveis”, afirma.

Originalmente publicado em: Incorporativa


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *