Os desafios de gerenciar a Geração Y

29. janeiro 2017 Boletim VO 0
Os desafios de gerenciar a Geração Y

Quais são os desafios de gerenciar a Geração Y

 

 

Com diversas abordagens e teorias, a gestão de pessoas diz respeito ao ato de desenvolver e extrair o melhor de uma equipe ou de um profissional dentro da empresa. Parece simples, mas a gestão de pessoas é sempre um desafio dentro das organizações. Lidar com pessoas de diferentes tipos de personalidades, culturas, objetivos profissionais e diferentes gerações, é uma das metas dos gestores, principalmente com a nova geração que está inserida no mercado, a Geração Y.

 

Atualmente, existe a possibilidade de quatro gerações diferentes trabalharem juntas no mesmo ambiente corporativo, sendo: os Tradicionais (nascidos até 1945), Baby Boomers (1946 a 1964), Geração X (1965 a 1979) e a Geração Y (1980 a 1990). E, entre essas, estão sendo notados alguns conflitos em função das diferenças de ideias e objetivos.

 

De um lado está a Geração Y, pessoas que nasceram entre 1980 a 1990, início das evoluções tecnológicas. Por consequência da globalização, alguns fatores influenciaram as características, os ideais e o comportamento destes jovens. Essas pessoas são dinâmicas em excesso, têm urgência no crescimento profissional, vontade de mudar o mundo, acesso às informações de forma fácil rápida e efetiva, fácil adaptação e são flexíveis.

 

O desafio que as empresas têm hoje é entender o que atrai e faz os profissionais da geração Y permanecer em uma instituição. São benefícios, salários ou carreira? Não de forma generalizada, mas sabe-se que a maioria dos profissionais tem interesse, especialmente por si próprio, e assim, quando a satisfação na instituição não se completa, eles procuram novos horizontes e desafios sem receio algum.

 

Se a pretensão da empresa é manter em seu quadro de funcionários os profissionais da Geração Y, a empresa deverá ter a preocupação em obter sua motivação e engajamento diário. Por isso, algumas estratégias são fundamentais na hora de gerenciar estas pessoas, tais como:

 

  •  Incentivar o desenvolvimento do profissional com iniciativas que motivem os jovens a buscarem novos conhecimentos e aumentarem a competitividade da organização.
  • Investir em uma eficiente política de benefícios, remuneração, participação nos lucros e resultados da empresa.
  • Dê feedbacks para sua equipe, é uma das características mais importantes para o desenvolvimento do colaborador e alinhamento.
  • Faça treinamentos, certificações e coaching, alinhados às necessidades da empresa.

 

Os talentos da geração Y têm necessidade de se desafiar, quase que diariamente, portanto, as empresas precisam de estratégias e hábitos adaptados para aumentar a qualidade do ambiente de trabalho, a retenção desses novos talentos e sua competitividade no mercado. Boa sorte!

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *