Montar ou não uma empresa, por Victor Gradilone

Montar ou não uma empresa, por Victor Gradilone

Muitos podem ser os objetivos da criação de uma empresa, entre eles o registro de uma marca, o comprometimento de sócios para um determinado fim ou o estabelecimento de um novo tipo de imagem para o mercado. Enfim, motivos que nem podemos prever na totalidade.

Pela observação das empresas recém-criadas que testemunhamos nestes 20 anos, notou-se que um dos principais motivos para a criação de uma organização é a necessidade de uma forma legal para comercializar determinado bem ou serviço. Muitas empresas são de ex-funcionários que agora produzem notas fiscais ao invés de receber holerites.

Entretanto, se esta emissão de notas não for uma prática rotineira com faturamentos previsíveis, pode se transformar em uma fonte de despesa. Como uma regra prática, a existência de empresas com faturamentos mensais inferiores a R$ 6.000,00 pode fazer sentido no quesito imposto (aprox. 15% para serviços).

Porém, se contarmos as despesas de contador e licenças (aprox. R$ 600,00/mensais), perceberemos que o custo supera os 25% do faturamento, trazendo maior atratividade para outras formas de recolhimento. O custo da manutenção de uma empresa é alto, explicando também o alto grau de informalidade nesta faixa de faturamento.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *