Dicas Essenciais para o Advogado Recém-Formado

30. novembro 2015 Boletim VO 0
Dicas Essenciais para o Advogado Recém-Formado

Responda rápido: qual é o período mais difícil da carreira do profissional do Direito? A faculdade? O Exame da Ordem? A captação dos clientes? Claro, essa é uma resposta subjetiva, já que cada um se desenvolve de um jeito, mas, se fosse feita uma pesquisa, é bem provável que a própria inserção no mercado do profissional ocuparia uma das primeiras posições. Afinal, não é simples encontrar seu espaço, ainda mais num campo tão competitivo como o jurídico.

Desta forma, o período logo após o fim do curso, já com o diploma e a carteira da Ordem em mãos, pode ser extremamente desafiador. Entretanto, você não precisa se desanimar: com perseverança e seguindo algumas dicas simples você logo poderá ocupar seu tão sonhado espaço no mercado de trabalho! Confira:

1. Busque a Especialização

O Direito é um campo de estudos que não apenas oferece uma ampla gama de áreas, como também valoriza o profissional que prioriza e se especializa em algumas delas. Ou seja, obterá mais sucesso o advogado que estudou a finco determinada área (como direito constitucional ou de família) e buscou se tornar uma referência nela, em detrimento daquele que atende em diversas áreas e que não se aprofundou em nenhuma. Assim, procure uma pós-graduação ou cursos de especialização após a faculdade e não se esqueça de se manter sempre atualizado quanto à área escolhida.

2. Procure contatos e gere networking

Sem uma boa rede de contatos dentro do seu universo profissional você terá grande dificuldade para evoluir na carreira e se fazer conhecido. É importante gerar networking não apenas entre seus colegas do mundo jurídico, que podem lhe repassar casos ou oportunidades interessantes, como também entre seus antigos clientes.

Não se esqueça que, só porque você terminou de atender ao cliente, isso significa o fim de seu relacionamento profissional com ele! Com medidas simples e simpáticas, como o envio de cartões de natal e ano novo, você manterá a amizade e garantirá que será a primeira pessoa lembrada quando seus primeiros clientes (ou algum amigo ou parente) precisarem de um advogado.

Nesse sentido, uma ótima dica é a advocacia correspondente: você se cadastra em uma plataforma como o Juris Correspondente e recebe pedidos de diligências de escritórios ou advogados de todo o Brasil que necessitam de serviços (que podem variar dos mais simples aos mais complexos) em sua região. Assim, você terá contatos de colegas do Direito de todo o país o que, no futuro, poderá significar novas e melhores oportunidades, não concorda?

3. Trabalhe sua imagem pessoal

Uma necessidade do advogado é ter uma imagem pessoal bem cuidada e trabalhada, não só frente ao meio jurídico, mas também como forma de captar clientes. Para isso, não tenha medo de investir numa boa logomarca pessoal (que pode ser criada por um designer) e, a partir dela, criar sua própria identidade visual. Desta forma todo material saído de seu escritório (de documentos a flyers) deverá contar com sua identidade e, com isso, você já estará demarcando seu lugar no mercado e se diferenciando de seus pares.

Além disso, não se esqueça de investir em canais na Internet para se divulgar. Páginas nas redes sociais, em especial o Facebook e o Twitter, são as mais populares e utilizadas no Brasil, mas não se esqueça de outras como o Instagram, LinkedIn e o YouTube. Ter canais nessas redes são ótimas formas de você se manter em contato com seu público e divulgar conteúdo que possa lhes interessar.

Outra boa pedida é criar um site ou um blog pessoal para divulgar seus serviços. Em seu blog, você pode postar textos, vídeos e imagens que tratem de seu trabalho como advogado, a fim de atrair visitantes, que podem, talvez, se transformar em clientes.

4. Utilize um escritório virtual

Um escritório é o principal local de trabalho do advogado porém, é fato que, por estar no início da carreira, é bem difícil que o advogado recém-formado possua capital para abrir um escritório e mantê-lo. Desta forma, um escritório virtual pode ser uma alternativa mais em conta: você pode possuir um endereço de prestígio (como na Avenida Paulista, por exemplo) para atender seus clientes e hospedar reuniões, além de sua própria secretária. É uma excelente forma de impressionar potenciais clientes, garantindo, portanto, que sua carreira seja bem sucedida nesses complicados primeiros meses.

E você, o que achou de nossas dicas? Conhece mais alguma para colocar em prática em sua carreira? Compartilhe conosco!

Siga o Virtual Office!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *