Como Agregar Valor ao Cliente

Como Agregar Valor ao Cliente

Um restaurante americano fez um levantamento de custos e percebeu que o faturamento havia caído 30% no período de dez anos, embora o preço dos pratos se mantinha igual e o local continuava lotado e com longa fila de espera. Eles instalaram câmeras de monitoramento com medo de estarem sendo lesados pelos funcionários e descobriram que a diferença estava no tempo que os clientes levavam para comer.

Se há dez anos atrás os clientes entravam, faziam o pedido, comiam e iam embora, hoje eles gastavam uma quantidade considerável de tempo tirando fotos dos pratos e mexendo em seus dispositivos móveis durante a refeição. O gerente então resolveu banir o uso de celulares no estabelecimento, esperando que com isso pudessem atender mais pessoas.

Como resultado o restaurante obteve uma série de reclamações, perderam funcionários e a longa fila de espera se dissipou. Em pouco tempo estavam fora do mercado.

Ao olhar apenas para os números, o gerente perdeu o foco no que realmente importava para seus clientes, o valor agregado. Clientes não estão em busca de menores preços, eles pagam por produtos e serviços de acordo com o valor que consideram estar atrelado a tais serviços. Por isso aqui vão algumas dicas de como agregar valor ao cliente:

1 – Ofereça mais do que é pedido

O caso acima reflete em como não tratar um cliente. Aconteceu em um restaurante, mas podia ser em um escritório ou em qualquer outro ambiente comercial. Nos dias atuais, as pessoas não se satisfazem apenas em serem atendidas, é preciso atender bem.

Ao superar as expectativas dos clientes sempre farão com que eles voltem querendo mais e para isso não é preciso muito investimento. Mesmo um e-mail personalizado ou um cartão de benefícios para clientes fiéis pode fazer a diferença, contanto que mostre que é algo pensado com dedicação especial.

2 – Descubra o que faz o cliente feliz

O que agrada um desagrada outros, então evite o “excesso de personalização” na hora de agregar valor ao cliente. Defina o público correto a qual seu cliente pertence podendo assim mantê-lo feliz e, com isso, mais propenso a fazer negócio.

Assim como no restaurante, existem certas regras que fazem parte do senso comum e mesmo elas parecem muitas vezes serem ignoradas, então para atender bem não esqueça de manter um sorriso cordial e sincero e as boas maneiras.

3 – Venda uma boa experiência

Agregar valor a uma venda é justamente fazer com que o cliente se sinta realizado durante e depois do fechamento do acordo. Muito mais do que o serviço ou o produto que ele recebe, ele lembrará de sua empresa pela experiência que teve, seja ela positiva ou negativa.

Na Virtual Office não oferecemos apenas salas comerciais e escritórios, buscamos atender bem todos os nossos clientes de maneira simples, do momento que eles passam pela porta até a hora que deixam nosso espaço, pois apenas assim temos a certeza de que eles voltarão.

4 – Inove constantemente

O gerente usado como exemplo poderia ter estimulado o compartilhamento de seu espaço nas redes sociais, ou criado um aplicativo que permitisse aos usuários darem seu parecer e sugestões para melhorar a capacidade do local.

Ao invés de eliminar as novidades a nossa volta, devemos incorporá-las em nossa realidade corporativa. Há vinte anos quando a Virtual Office implementou o conceito de escritórios que podiam ser sublocados para que o empresário ampliasse a localização de seu negócio parecia absurda, sendo que hoje isso faz parte de uma tendência mundial.

Continuar inovando nos permitiu expandir nossas salas para diversos locais de prestígio. Hoje contamos com escritórios de luxo

no Rio de Janeiro, Alphaville e em São Paulo, na Av. Paulista, Alameda Santos, Itaim Bibi e na Berrini, com o comprometimento de levar o melhor a todos que fazem parte da nossa história.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *