Reformas e melhora da economia: O cenário do empreendedorismo no Brasil em 2018

08. janeiro 2018 Boletim VO 0
Reformas e melhora da economia: O cenário do empreendedorismo no Brasil em 2018

Empreender ou não em 2018? Será que os ventos estarão favoráveis para quem pretende ousar?

Essas e outras questões estão sempre presentes na cabeça de microempresários ou futuros empreendedores. Isso porque, se a economia vai mal, os negócios tendem a afundar também.

A boa notícia para quem deseja investir em um negócio próprio é que, em 2018, a estabilidade econômica e os fatores estruturais nas relações de trabalho indicam um ano muito mais promissor a quem empreende.

Mudanças como a entrada em vigor da reforma trabalhista e a lei que permite a terceirização de postos de trabalho aumentarão ações de empreendedorismo em todo o País.

Os Microempreendedores Individuais (MEI), por exemplo, serão beneficiados pelas mudanças do Simples Nacional, com aumento do limite de faturamento do para R$ 81 mil. Assim, quem faturou em 2017 entre R$ 60 mil e R$ 72 mil poderá optar pelo pagamento de uma multa sobre o excedente e seguir enquadrado no mesmo regime tributário.

Como quem cria, em geral, é o pequeno empresário e quem compra é o grande, a terceirização também buscará esse tipo de serviço, abrindo portas para muitas oportunidades. A recuperação econômica prevista para 2018 deve aumentar o otimismo e os negócios por oportunidade, já que elevará o poder de compra das famílias e o nível de emprego, bem como o investimento das empresas.

Economistas indicam que, devido a motivos estruturais, o número de investidores-anjo deve crescer muito, apresentando altos graus de profissionalização, o que concretizará a tecnologia artificial como plataforma para melhorar a eficiência e produtividade.

Com previsão de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 2,58% para este ano, inflação de 4,02% e juros reais muito baixos, de acordo com o Boletim Focus, do Banco Central, o ano de 2018 abrirá inúmeras oportunidades de negócios e empreendedorismo com grandes eventos como a Copa do Mundo e a corrida presidencial, por exemplo.

Negócios que serão tendência em 2018

Para quem pretende empreender, uma dica é ficar atento às tendências de mercado e recomendações de especialistas, que listam alguns segmentos promissores quando o assunto é empreendedorismo:

• Economia sustentável
• Experiência única ao consumidor
• Serviços de conveniência
• Resolução de problemas com tecnologia
• Educação, com cursos profissionalizantes ou livres
• Alimentação saudável
• Cosméticos e beleza
• Clínicas populares
• Cuidados com idosos

Mudança no relacionamento entre empresa e cliente

É cada vez maior a necessidade de enxergar empresa, cliente e funcionário como uma coisa só, demandando boas relações humanas. Ao empreender, é preciso focar em processos, meritocracia e foco em resultados para verificar se o negócio tem a mesma postura internamente e externamente, afinal, ela é a mesma para que trabalha e consome.

Foco na sustentabilidade

Com a busca constante pela preservação do meio ambiente e criação de iniciativas que atendam às expectativas de clientes que se preocupam com esse quesito, uma das tendências para 2018 é encontrar novas fontes de valor ou eliminar desperdícios de recursos, o que abre um leque imenso de ações de empreendedorismo. E isso se reflete na relação com clientes e fornecedores, que criam uma conexão permanente com essas empresas e suas causas.

E você? O que espera para 2018? O terreno está fértil e pronto para semear novas ideias. Basta apenas arregaçar as mangas e correr atrás do que você acredita!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *