Quais são os negócios que crescem em meio à crise?

Quais são os negócios que crescem em meio à crise?

Quais são os negócios que crescem em meio à crise?

 

 

Que o país está passando por dificuldades econômicas não é mais novidade para ninguém. Segundo a ONU, o Brasil teve uma retração de 1,5% do PIB no ano passado. Para 2016, a previsão também não é otimista. As vendas têm caído gradualmente, atingindo diretamente o pequeno e médio empresário.

 

Mas o lema dos empresários tem sido um só: não foque na crise, foque no trabalho. E é exatamente por isso que muitos negócios têm dado certo nesse período. Mudar a estratégia, investir no marketing, principalmente no digital tem sido a saída para ofertar novos produtos e serviços, e com isso atrair novos clientes. Quais são os negócios que crescem na crise?

 

Empresas do ramo de limpeza têm se destacado, como é o caso da Clear Clean, uma rede de micro franquias de limpeza comercial e residencial. Atualmente eles contam com 17 franquias, seu faturamento anual é de 1,3 milhões. Este ano a expectativa é quadruplicar este valor com as outras unidades que irão abrir. A empresa aproveitou a PEC das domésticas e fez da regularização do serviço sua oportunidade.

 

Outro ramo que também se destaca é o da alimentação, a rede Espetinhos Mimi é a prova disso. Sua estratégia de crescimento na crise é aproveitar os grandes eventos no país, como shows internacionais e agora as Olimpíadas. Se antes só atendiam por encomendas em eventos, hoje eles levam os carrinhos até o evento, a exemplo dos conhecidos food trucks.

 

Para quem acha que alguns setores perdem por se tratar de bens de consumo também está enganado.  A empresa My Gloss é uma franquia de acessórios femininos e tem crescido em meio à crise. A marca conta com 45 franquias e já atingiu um faturamento de 21 milhões de reais. Sua estratégia tem sido continuar com sua produção local, que é feita no Brasil, sendo assim ela não é impactada com a alta do dólar.

 

O segmento gráfico também tem destaque nos negócios, como é o caso da Print, uma gráfica online, que na sua estratégia viu o baixo custo como a saída para crise. Eles otimizaram as produções e limitou a variedade de produtos. Mas diferente das gráficas tradicionais, eles não intitulam um numero mínimo de impressões, o que fortalece a marca.
O cenário econômico em que o país se encontra atinge amplamente trabalhadores e empresários. Mas não adianta não se esforçar para mudar essa realidade. Os negócios que crescem na crise refere- se a empresários que estão dando a volta por cima e alavancando seus produtos e serviços. Faça o mesmo com o seu negócio.


4 thoughts on “Quais são os negócios que crescem em meio à crise?”

  • 1
    Diego on 23 de novembro de 2016 Responder

    Interessante.

    • 2
      Vânia Albarracín on 25 de novembro de 2016 Responder

      Diego, obrigada por interagir conosco.

      Um abraço

  • 3
    Bruno on 24 de novembro de 2016 Responder

    Interessante.

    • 4
      Vânia Albarracín on 25 de novembro de 2016 Responder

      Que bom que gostou do texto, Bruno!

      Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *